Notícias de fato

Jornalismo feito por um time de primeira

Pa-kua entrega faixas para alunos

Posted by Da Redação em 6 de setembro de 2010

Por Graciliano Cândido

Grupo Pa-kua Brasília (Foto: Divulgação)

No último dia 21, a Escola de Pa-kua do Distrito Federal realizou cerimônia de entrega de faixas para os alunos que mudaram de categoria. O evento demonstrou ainda, para o público presente as espadas, alguns golpes e a arte marcial em geral. No total, cerca de 30 pessoas entre alunos e mestres estiveram presentes.

Para o mestre Flávio Oliveira, professor de PA-kua no DF há cerca de dois anos, o evento tem muita importância para o crescimento dos alunos. Ele explica que tem um sistema diferente das demais arte marciais, pois há avaliações no desempenho dos alunos. “As avaliações servem para criar um plano de crescimento do aluno. Eu avalio onde ele está, e ele vai tendo o crescimento dentro desse plano. Na nossa escola não tem reprovação, mas tem um cuidado para fazer uma avaliação correta de toda a capacidade para que ele possa aprender novas técnicas”, comentou o mestre.

Sempre quando há eventos de troca de faixas, os competidores do esporte vão carregados de energia para começar um novo ciclo. O PA-kua, tem ciclos de faixas como todo o processo de vida do ser humano. A partir do crescimento de cada aluno, evoluindo cada categoria, o praticante, está estimulado, vendo coisas novas e ficar em sintonia consigo próprio.

O mestre explicou ainda, que durante o evento, foram entregues duas faixas pretas. Dois dos seus alunos que começaram um curso intensivo há dois anos chegaram a essa categoria. Para ele, é muito gratificante esse trabalho. “É um orgulho muito grande você culminar muito trabalho, dedicação, tanto minha quanto deles. Não é um trabalho fácil para chegar à faixa preta”, destacou Oliveira.

Depois de receber as faixas pretas, os alunos agora tem vários desafios pela frente. Com a conquista dessa categoria, eles têm a capacidade de ministrar aulas, abrir local de prática do esporte e orientar os outros alunos da academia.

João José durante a prática do esporte (Foto: Divulgação)

Para o orientador João José (foto), recém faixa preta, o Pa-Kua ajuda o homem moderno a lutar contra os desafios da atualidade, desenvolvendo no tatame seus pontos fortes e vencendo suas fraquezas. “O contato com mestres mais graduados, que ocorre a cada três meses, faz com que a energia da escola nunca pare de transitar entre seus integrantes. Isso faz com que nos sintamos dentro de uma grande família, a sensação que nunca tive praticando outras artes marciais”, afirma o orientador.

A escola de Pa-Kua de Brasília iniciou o projeto de expansão da escola, aumentando a quantidade de locais de prática. Já é possível praticar Pa-Kua na Ceilândia, Planaltina e nos condomínios de Sobradinho, além da escola central situada na Asa Norte.

O que é?

Pa-kua é um conhecimento oriental, com aproximadamente 5.000 anos de existência, que foi desenvolvido para ser aplicado em todos os aspectos da vida.

Quem pode participar

O PA-kua é aberto para todas as idades e para todas as condições físicas, pois as técnicas começam de forma tranqüila e simples. O mestre Flávio Oliveira explica que qualquer um pode executar as técnicas da arte marcial. Desde crianças com cinco ou seis anos de idade até os idosos, é um esporte para todos os públicos.

Aula no parque da cidade (Foto: Divulgação)

E para quem pratica, as vantagens são muitas, adquire segurança para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia. “A pessoa começa a trabalhar a autoconfiança para enfrentar os problemas do cotidiano para ser um guerreiro, mas o guerreiro não é o que sai brigando na rua e usando a arte marcial para a violência. O guerreiro é aquele que adapta o espírito da arte marcial dentro dele. Tem uma situação no trabalho? Ele enfrenta de frente, não foge, não tem medo e tem confiança. Com a autoconfiança, vem a auto-estima que vem o corpo e vem a mente, e tudo vem se completando”, destacou o mestre Flávio.

A escola de PA-kua, oferece ainda, além da arte marcial, Yoga Chinesa, Acrobacia Chinesa, Armas de Corte, Taishi (trabalho mais lento, introspectivo) e a reflexologia, (trabalho de alongamento e auto-massagem).

Benefícios obtidos com a prática de pa-kua:

– Possibilita aos praticantes, independente de idade ou sexo, manter a saúde física e psicoafetiva em harmonia, aumentando a longevidade e a vitalidade física;

– Proporciona melhoria do condicionamento físico geral, prevenção de doenças, pelo

fortalecimento do sistema imunológico e melhor qualidade de vida;

– Orienta as pessoas a trabalharem seus medos e a superá-los, aumentando a autoestima para obterem mais harmonia na vida;

– No ensino de crianças, auxilia na sua transformação em adultos mais sadios e

equilibrados;

– Aguça os sentidos básicos das crianças, além de ser um excelente apoio na

otimização do aprendizado escolar, bem como uma ferramenta importante no

crescimento e desenvolvimento físico.

Assista a videoreportagem veiculada na TV Record

Veja fotos da prática do Pa-kua

Este slideshow necessita de JavaScript.

Serviço:

ESCOLA DE PA-KUA DE BRASÍLIA

W3 NORTE, QUADRA 712 ENTRADA 30, SOBRELOJA

TELEFONES: (61) 3556-5567 / (61) 8146-6906 / (61) 8406-3107 / (61) 8225-2115

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: