Notícias de fato

Jornalismo feito por um time de primeira

Projeto social no Parque Denner é suspenso por falta de segurança

Posted by Da Redação em 4 de março de 2015

unnamed“Enquanto não houver o mínimo de segurança e estrutura não tem como continuar”. Essa é a conclusão que chega o diretor e idealizador do projeto social “Abraço”, Paulo Saphi. A iniciativa que completa três anos foi interrompida no começo de março, porque a Praça Vivencial Denner, no Polo de Modas do Guará II, onde funciona as atividades do projeto hoje é ponto de encontro de usuários e traficantes de drogas. De acordo com os moradores da região, falta policiamento e manutenção no parque.

Saphi conta que a reivindicação de policiamento é antiga. “O principal motivo de fazer um projeto como esse no parque foi a preocupação em combater as drogas, que ainda continua por aqui”, lamenta. Destinado a crianças e adolescentes de ambos os sexos, o projeto busca desenvolver a socialização e respeito pelo outro, envolvendo a família e a sociedade de maneira geral através do esporte. As atividades eram realizadas com o professor de capoeira, Geléia, toda sexta-feira, das 18h às 21h.

Na administração, Saphi busca uma solução para o problema. O diretor pede um novo espaço, como por exemplo, o salão comunitário da QE 42, onde ficaria mais acessível para o público participar. “A ideia é que a comunidade perceba que o espaço pode ser melhor aproveitado e que a prática de esportes é uma boa solução”, aponta.

O administrador do Guará, Edberto Silva, informou que estará à disposição dos responsáveis pelo projeto, e com parcerias fará o possível para encontrar uma saída para que as aulas continuem a ocorrer na cidade. Ele se diz a favor de que a comunidade se mobilize para apresentar e discutir projetos sociais com o Executivo local. “A administração está de portas abertas para colaborar com iniciativas de interesse comunitário”, afirma.

A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que são feitas rondas periódicas e que desde o começo do ano realiza a operação Gurgel, com base comunitária móvel, acompanhada de policiais em viaturas, a pé e de bicicleta. Foi disponibilizado também contato direto com a unidade para denúncias (61) 3910-1616.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: