Notícias de fato

Jornalismo feito por um time de primeira

Katharine Grahan – A Mulher por Trás do W. Post

 

Na realidade, o seu poder na media começou lentamente, a partir de 1963, na sequência da morte súbita do marido, ao decidir substituí-lo na direção do jornal Washington Post. Com determinação e bom senso, conseguiu transformar um jornal modesto numa empresa que, em 1991, apresentava um lucro de 1,4 biliões de dólares.
             Kay não ficou na memória de todos apenas por saber gerir uma empresa, mas por ter tido a coragem de denunciar, em 1969, nas páginas do seu jornal, fatos políticos extremamente delicados que colidiam com a segurança do país, em virtude de serem informações muito comprometedoras sobre o envolvimento dos Estados Unidos da América na Guerra do Vietnam (os chamados Pentagono Papers) e por, em Junho de 1972, quando, contra tudo e contra todos, incluindo os advogadas da empresa que lhe diziam para esperar mais uns dias, apoiou os jornalistas do seu jornal, Carl Bernstein e Bob Woodward que tinham investigado o envolvimento do presidente Nixon naquele que ficou conhecido como «o caso Watergate». Este foi o período mais penoso da vida de Kay e do seu jornal, porque Nixon, recém-reeleito, desferiu, por interpostas pessoas, toda a sua ira contra os jornalistas e a diretora do Washington Post, boicotando as estações de rádio e televisão do Grupo, não lhe concedendo novas licenças e tentando que o jornal ou desaparecesse ou fosse comprado por alguém da sua confiança.
             Evidentemente que, durante os 26 meses do Caso Watergate, as finanças do Post tiveram uma baixa considerável, mas o dia de glória para Kay chegou a 9 de Agosto de 1974, quando Nixon apresentou a sua demissão e, a partir daí, Katharine Graham passou não só a ser olhada com o maior respeito, como as empresas do grupo ganharam outra dimensão. Foram 26 meses, com muitas noites sem dormir, muitas angústias, mas Kay teve sempre do seu lado os filhos e o editor do Post, Ben Bradlee, que nunca a deixou esmorecer. Nixon foi o primeiro Presidente dos EUA obrigado a demitir-se e este fato alterou completamente o poder dos media não só nos EUA como em todo o mundo.
             Depois de tudo serenado Katharine, Ben Bradlee e alguns jornalistas do Caso viajaram para um país onde se não ouvisse sequer a palavra Watergate e rumaram ao Brasil, embrenhando-se pelos mais recônditos locais, gozando a paz e as belezas naturais e esquecendo a «civilização».
             Para lá de uma determinação sem limites, Kay possuía uma refinada educação e um charme que, a ao longo dos anos, lhe granjearam grandes amizades e muito respeito pelos seus colegas de profissão. Kay passou a ser regularmente vista, nas revistas e nas televisões, acompanhada das mais famosas pessoas do planeta.
             O Newsweek de 20 de Julho de 2001 (que pertence ao grupo do Post), saiu com Kay na capa devido à notícia da sua morte. Podemos vê-la nas páginas centrais, fotografada ao longo da sua carreira, ao lado de sete presidentes dos Estados Unidos, desde Nixon a Clinton, passando por Lindon Johnson, Gerard Ford, James Carter, Ronald Reagan e Georges Bush. O atual presidente Georges W. Bush não descansou enquanto não foi convidado pela Sr. Graham para um dos seus célebres jantares na mansão em Georgetown, do outro lado do Potomac, rio que banha a capital dos EUA.
             Ela foi, sem dúvida, durante décadas, a mais conhecida anfitriã dos media nos EUA, tendo recebido os mais famosos deste mundo, que se sentiam orgulhosos por conviver com ela. Era amiga pessoal de Diana de Gales, de Henry Kissinger, do historiador Artur Schlesinger Jr., de Júlio Eglesias, de Giscard D’Estaing, dos arquimilionários Bill Gates e Mike Nichols da Microsoft, de Waren Buffet, de Nelson Rockefeller, de Nancy Regan e de tantos outros e outras menos conhecidos na Europa, mas poderosíssimos nos EUA.

 

<<- voltar à página principal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: